segunda-feira, 25 de abril de 2011

O samba e o morro

Viver
A gente aprende na marra

Não é só escapar da morte
Nem viver pedindo socorro

Sambar
Só se aprende no morro

Não basta ensaiar o passo
Só é bom de samba
Quem já não precisa mais
De esforço

O corpo vai sozinho
Coração na marcação
E ali já está a alma
Bem na frente da comissão

Sambar bem
a gente aprende no morro

Sobreviver sem quase nada
E entrar na vida com tudo
É lição que vem do morro

E só quem sobe e desce
E sobe de novo
Entende o jeito do povo
De não deixar o samba morrer

Quem desce e sobe
E desce de novo
Já sabe subir sozinho
Já sabe sambar sozinho

Mas toda vez que for sambar
Vai querer subir a ladeira
Pois o melhor sambista
A vida mais companheira
Está lá na cidade alta

Quem sobe e desce
E sobe de novo
Já se encantou pela beleza do povo
Pode até descer
Mas já sabe amar o morro

6/2/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Na rádio, sou o narrador de futebol, Carlos Augusto. Na TV, sou o repórter e apresentador Carlos Albuquerque. Aqui, neste blog, pretendo resolver essa "crise de identidade" e juntar os dois "Carlos"! Mas, no fundo, sou aprendiz, eternamente aprendiz! Sou filho da terra, de todas as terras que formam o planeta, de todas as substâncias que formam o universo. Sou irmão de todos os seres. Sou o pai da Luíza.