quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Cura

Minhas saudades não pesam mais
O tempo leva
o vento traz

A dor
eu lembro leve
e esqueço em paz

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Quanto molhar, melhor


Falta vaga no céu?
Guardo minha nuvem
num desenho no papel.

Só não pode chover,
pra não apagar o dever
escrito no caderno.

Mas deixa cair
em nós
o prazer celestial
de ouvir
a chuva no telhado.

E viva o direito
de chover
no molhado.



Tempos, ventos e santos

Tempo varre
pra dentro ou pra fora da memória
vento corre
quilômetros horários e fora de hora
Quem morre
santo é

Tempo varre
vento corre
santo é quem morre.







Da série: Morte e Vida

Dona Morte
é uma mulher de sorte:
conheceu Dona Vida.

E desde então,
tem como melhor amiga
uma mulher suicida.


Quem sou eu

Minha foto
Na rádio, sou o narrador de futebol, Carlos Augusto. Na TV, sou o repórter e apresentador Carlos Albuquerque. Aqui, neste blog, pretendo resolver essa "crise de identidade" e juntar os dois "Carlos"! Mas, no fundo, sou aprendiz, eternamente aprendiz! Sou filho da terra, de todas as terras que formam o planeta, de todas as substâncias que formam o universo. Sou irmão de todos os seres. Sou o pai da Luíza.