domingo, 9 de agosto de 2009

Cerca viva

Esses anos todos
esses ipês roxos

o cheiro de goiaba madura

aquela flor arrepiada
como um cabelo moicano
é a cerca viva da escola

agora que eu arranquei a flor
só há uma coisa a fazer por ela
é assoprar suavemente
e fazê-la flutuar

pratos de esmalte
no recreio
mingau de fubá
e couve

o que houve com a infância
de hoje?

Nada de mau

foi apenas o mundo
que deixou as coisas
muito prontas demais

Um comentário:

  1. Sempre crítica as poesias. É um bom retrato alterado, este daí.

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Na rádio, sou o narrador de futebol, Carlos Augusto. Na TV, sou o repórter e apresentador Carlos Albuquerque. Aqui, neste blog, pretendo resolver essa "crise de identidade" e juntar os dois "Carlos"! Mas, no fundo, sou aprendiz, eternamente aprendiz! Sou filho da terra, de todas as terras que formam o planeta, de todas as substâncias que formam o universo. Sou irmão de todos os seres. Sou o pai da Luíza.